Pensamentos de um ilhéu escritos de 2003 a 2010.
Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2006
A CMH e os fundos da EU
Tomei conhecimento de novas diligências que a Câmara Municipal da Horta está a fazer sobre uma possível alteração dos princípios que regem a distribuição dos fundos da EU no próximo quadro comunitário de apoio, onde a divisão é feita tendo por base as transferencias do FEF de cada município e não a população do concelho ou os projectos prioritários ao seu desenvolvimento.
 
Estou totalmente solidário com a posição tomada e que já tinha sido manifestada várias vezes publicamente pelo anterior presidente Rui de Jesus Goulart sem receber qualquer resultado, pois os interesses em jogo são superiores à justiça da pretensão.
 
Poderei estar enganado, mas esta nova diligencia publica ainda seguirá o mesmo destino.


publicado por Soares Carepa às 22:41
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Dezembro de 2006
Natal
De novo festejamos o nascimento da vida e com ela a certeza que mesmo no inverno ela vencerá.
 
Celebramos neste dia o nascimento de Cristo, a volta ao mundo do Pai Natal e com ele ofertas para os nossos familiares e amigos, como os desejos de paz e amor para todos e estamos neste dia cheios de energia positiva, por tudo isto este blog não é alheio, assim a todos os amigos, visitantes e leitores do “Fayal” um santo e feliz Natal em paz e amor.


publicado por Soares Carepa às 21:09
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 23 de Dezembro de 2006
Interrupção
Por motivo de doença súbita e grave do meu pai, faltou-me vontade de nos últimos dias ter dedicado algum do meu tempo ao “Fayal”, agora que ele melhorou um pouco por cá vou de novo passando.


publicado por Soares Carepa às 20:08
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2006
O inicio das SCUT
Foi assinado entre o Governo Regional e o consórcio liderado pela Ferrovial o contrato da construção, exploração, conservação e financiamento das estradas sem custos para o utilizador (Scut) nos Açores.
 
O projecto Scut de São Miguel assume como objectivo a construção de novas vias numa extensão de 50 quilómetros, obras de melhoria em 32 quilómetros de troços e a gestão, por parte do consórcio liderado pela Ferrovial Infraestructuras, SA, de outras estradas ao longo de 12 quilómetros. O período de execução desta grande empreitada é de cinco anos.
 
Das Scut farão parte os eixos viários sul e norte: enquanto o eixo primeiro estabelecerá a ligação entre os concelhos de Ponta Delgada, Lagoa e Vila Franca do Campo, o segundo fará a “ponte” entre a Lagoa, Ribeira Grande e Nordeste e marcam o inicio da modernidade na maior ilha da RA.
 


publicado por Soares Carepa às 23:51
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2006
O inverno
Chegou o mau tempo, o que não é de admirar pois estamos a chegar ao Natal e é o seu tempo, segundo as previsões irá estar connosco alguns dias.
 


publicado por Soares Carepa às 21:50
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2006
Mais uma infeliz
O líder do PSD Açores Costa Neves mostrou "perplexidade" pelo aumento das tarifas, na sequência do anúncio das transportadoras aéreas de aplicar uma taxa de combustível de cerca de 20 euros numa viagem de ida e volta entre o arquipélago e o continente.
 
"Achamos inadmissível que o aumento do custo do combustível recaia só sobre os passageiros", afirmou Costa Neves, para quem o Estado deve assumir parte do custo do preço do petróleo.
 
Será que Costa Neves se perfilha para substituir nos Açores o Presidente do Governo Regional da Madeira Alberto João Jardim?
 


publicado por Soares Carepa às 23:31
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 9 de Dezembro de 2006
Conferencia internacional
Realizou-se na Ilha Terceira a conferencia internacional sobre energias renováveis, nela participaram entidades de reconhecida competência internacional.
 
A escassez da oferta de combustíveis fósseis, já que são recursos finitos e de custo acentuado, irão levar à criação de políticas energéticas que mobilizarão a defesa do ambiente, promovendo simultaneamente a tecnologia e a indústria.

Nestes dois dias de conferência foi salientado as condições para que haja evolução positiva no desenvolvimento e inserção das energias renováveis: mais concorrência na produção/comercialização; mais regulação; mais eficiência energética no seu percurso de expansão e concertação europeia ao nível da segurança.
 


publicado por Soares Carepa às 23:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006
Liberalizar os aviões
 
Liberalizar o espaço aéreo dos Açores foi motivo de apreciação pelo Presidente da TAP, uma ideia que não é nova e que vai aparecendo de tempos a tempos.
 
Mas mais do que apenas se pensar num possível abaixamento das tarifas, por motivo da concorrência, temos de analisar o mercado açoriano na sua dimensão e capacidade económica e nesta analise apenas São Miguel poderá satisfazer plenamente uma política de liberalização aérea.
 
Mas uma coisa também deverá merecer desde já reflexão: - Dificilmente será suportável continuar a existir 5 aeroportos com ligações directas a Lisboa, numa região de 250.000 habitantes, quando em toda a EU se caminha para o fim dos monopólios e dos subsídios à exploração, também aqui a racionalização económica ditará as suas leis em breve, mesmo contra a política regional actual.
É tudo uma questão de tempo.


publicado por Soares Carepa às 20:21
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006
Gestão de crises
Os Açores são um caso de sucesso, na relação entre os cientistas, as autoridades, os media e o público no que concerne à gestão de crises.
 
O Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores é hoje reconhecido e muito apreciado por todos que nas mais variadas crises buscam na informação fornecida a verdade, a segurança e a tranquilidade para enfrentar as dificuldades.
 
Saibamos preservar e melhorar sempre aquela cooperação e manter ao nível actual a confiança da população.  
 


publicado por Soares Carepa às 00:01
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 3 de Dezembro de 2006
DOP
 
O Departamento de Oceanografia e Pescas (DOP) da Universidade dos Açores (UA) acaba de receber um ROV (Remote Operated Vehicle), um veículo operado por controlo remoto para as investigação a maiores profundidades nos mares açorianos.
 
Adquirido pelo DOP ao abrigo do projecto DRCT, financiado pela Direcção Regional da Ciência e Tecnologia, a aquisição desde equipamento revela-se de especial importância para a infra-estrutura universitária: “é especialmente relevante já que representa um salto qualitativo importante dos meios e equipamentos de investigação marinha existentes na região, potenciando a realização de trabalhos a profundidades até agora pouco acessíveis e por isso menos conhecidas”.

“O veículo agora adquirido poderá ser operado a profundidades de 300 metros a partir do N/I Arquipélago e da L/I Águas Vivas”.
 


publicado por Soares Carepa às 21:55
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2006
Mozart na Horta
A Igreja da Matriz da Horta encheu-se na noite de quinta feira 30 de Novembro, para um grande concerto do “Requiem a Mozart”. Este concerto faz parte da digressão Cultural do Coral de São José de Ponta Delgada, cujo Maestro é José Leite Raposo, e integra-se nas comemorações mundiais dos 250 anos do nascimento do grande compositor Mozart.

O Maestro e Director artístico deste concerto foi Walter Kobera, responsável pela Nova Ópera de Viena e do Amadeus – Ensemble de Viena. Contou com as participações internacionais do soprano, Arona Bogdan que actualmente é uma das vozes que percorre os palcos europeus, nomeadamente Ópera de Viena, Munique, Bucarest, Bolzano ou Ravenna; de Barbara Baranowska, em Mezzo, é figura assídua nas casas prestigiadas da música europeia, como sejam Ópera de Viena, Sevilha, Monte Carlo e Salzburg e do tenor Kurt Spanier, que reside há anos no Faial, continuando a cantar nas grandes capitais da música, como em festivais de Viena, Salzburg, Teatro de Liceo em Barcelona, Teatro la Fenice em Veneza.


O Requiem foi a última obra de Mozart. Já doente no seu leito de morte, Mozart trabalhava no Requiem. Seria o seu aluno Franz Xaver Sussmayer que completou a orquestração e escreveu o resto da música, baseando-se em parte em anotações deixadas pelo próprio Mozart.
 


publicado por Soares Carepa às 12:48
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17
18

20
21
22
24
25

26
28
29
30


posts recentes

Despedida

Feliz 2011

Boas Festas

Estudo sobre barcos

Novos barcos

Hotéis e companhia

Orçamento Regional

Guerra na saúde regional

FMI

Orçamento 2011 da RA

Nato

SOS Cagarro

Atlanticoline 2010

Homens/mulheres

Açores na ONU

O acordo

Novo paradigma

AFH

SOS Cagarro 2010

O salvamento no Chile

arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

links
O meu Email
  • MartinsSoares
  • blogs SAPO
    subscrever feeds