Pensamentos de um ilhéu escritos de 2003 a 2010.
Quarta-feira, 29 de Junho de 2005
Turtura
“O relator especial da ONU contra a Tortura, Manfred Nowak, denunciou ontem em Viena que existem "muitos indícios" de que os Estados Unidos utilizam navios de guerra como campos secretos de prisioneiros para presumíveis terroristas.

Em declarações à televisão pública austríaca ORF, na madrugada de ontem, Nowak criticou duramente Washington por atitudes que, considerou, fortalecem as suspeitas de que viola os Direitos Humanos.

Entre as suspeitas, Nowak, que também chefia o Instituto Ludwig Boltzmann de Viena para os Direitos Humanos, reconheceu que "foram recebidos muitos indícios" de que Washington utiliza navios militares no oceano Índico para manter detidos presumíveis terroristas.

Desta forma Washington escapa à legislação nacional e internacional sobre o regime de tratamento a prisioneiros, o respeito pelos direitos destes e a proibição da tortura.

No entanto, Nowak reconheceu que até agora a ONU não teve "a possibilidade de verificar ou não estas suspeitas", recebidas já várias vezes.

Nowak acusou as autoridades norte-americanas de impedirem desde há três anos que uma equipa de peritos da ONU visite as prisões de Guantanamo, onde também existem sérias suspeitas de que os Direitos Humanos são violados no tratamento aos prisioneiros do Afeganistão, apesar da reiterada recusa dos Estados Unidos.”

Esta noticia das agencias internacionais causa me um profundo mal estar, desde sempre tive os Estados Unidos como exemplo das liberdades e como guardião dos direitos humanos, a população americana é, por conhecimento pessoal, generosa e contra todas as formas de maus tratos, e seria de uma profunda injustiça confundi-la com a sua administração, mas neste capitulo a destruição da imagem positiva e defensora dos mais sagrados valores da pessoa humana é para o futuro dos EUA mais prejudicial que a actual guerra contra o terrorismo, porque acaba com a credibilidade e a confiança que todos nós tínhamos naquele país.



publicado por Soares Carepa às 14:31
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 27 de Junho de 2005
Canais de TV Nacionais
Ainda este ano, a generalidade dos açorianos vão ter acesso gratuito aos canais de televisão generalistas.

O Governo da República inscreveu no Orçamento Rectificativo de 2005 as verbas para custear este projecto entregue sexta-feira na Assembleia Regional.

No orçamento rectificativo do executivo de Sócrates estão inscritas assim as verbas necessárias para que, finalmente, os açorianos possam receber gratuitamente em casa o canal 2:, TVI e SIC, que até agora o acesso a estes canais só era possível através do serviço pago da Cabo.

Aguarda-se, para o mês de Julho a assinatura deste protocolo para que o processo se inicie, acabando-se assim com descriminarão existente há 30 anos de estar vedada a difusão dos canais generalistas portugueses sem custos.

Espero, já que a noticia não foi esclarecedora, que no pacote a ser distribuído pela Cabo TV esteja incluído a RTPAçores, caso contrário está decretada a morte a prazo curto daquele canal regional.


publicado por Soares Carepa às 16:36
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 25 de Junho de 2005
Sáo João

Esta festa por ter uma origem anterior ao próprio cristianismo e ao seu nome actual está ligada à vida e à esperança que todos temos de ressurgimos anualmente depois de um inverno onde tudo quase pára.

Os dias são grandes, o sol aquece-nos, a natureza ressurge em toda a sua força, os homens e mulheres com o coração quente pela natureza que os rodeia estão preparados também para uma nova criação.

Nisto tudo o que está a mais é São João que nada tem a ver com estas circunstancias meramente naturais.

Festejemos o Verão.



publicado por Soares Carepa às 10:46
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 23 de Junho de 2005
Derrota
A greve dos professores pode-se considerar como exemplar para se definir um erro estratégico, ao se pretender causar um grande impacto nacional por razões meramente politicas, os sindicatos dos professores esqueceram-se da razão da sua existência os alunos e estes são, como todos devíamos sabemos, os elos intocáveis e justificativos das famílias.

Foi verdadeiramente um acto de cegueira numa luta político/sindical por privilégios alcançados, onde para bem de milhares de famílias portuguesas um grupo de professores sacrificou aqueles e pois em primeiro lugar os seus alunos comparecendo às provas dando um exemplo de cidadania e de profissionalismo de realçar.

Aos professores como grupo profissional resta-lhes recomporem uma imagem de credibilidade ingloriamente perdida, porque nesta luta político/sindical a vitória já não é possível


publicado por Soares Carepa às 10:32
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 21 de Junho de 2005
Direitos adquiridos

Com a necessidade de se normalizar o défice o Governo da Republica, este como qualquer outro, tomou medidas na administração publica que estão a conduzir os diferentes funcionários para uma luta que publicamente se assume em defesa de direitos adquiridos.

Trata-se de um embuste porque apenas existe direitos adquiridos quando a entidade patronal tem capacidade para os suportar, exemplifico se um privado entrou em crise financeira e encerra uma unidade fabril com o despedimento de todos os seus funcionários, onde está os direitos adquiridos por aqueles?

Criou-se mesmo antes do 25 de Abril a ideia que o Estado é infinito, pode e deve suportar todas as despesas ou todas as reivindicações mesmos as mais absurdas.

Será que não se compreendeu ainda que o tempo do estado patrão de mãos abertas chegou ao fim, que as manifestações ou greves não poderão levar a lugar algum, que o que nos está a acontecer agora, já passou por Espanha, Inglaterra e por outros e vai se estender aos restantes países da União.

Se não percebermos este novo contexto político rapidamente seremos as suas vitimas e não parceiros activos na mudança.

O mundo mudou profundamente sem nós darmos conta, entristece-me ver instituições continuarem crentes que ainda estamos nos finais do século XIX.



publicado por Soares Carepa às 14:33
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 19 de Junho de 2005
A Europa
Na ultima cimeira europeia ficou aos olhos de todos bem marcada a crise pelo que a União passa, não se trata de uma crise de crescimento como alguns lideres europeus quiseram fazer passar, mas sim de um problema estrutural e de concepção, para um grupo considerável de países a União terá de passar do espaço de livre mercado para uma união política mas mesmo nestes a opinião publica é contrária , para outros a união deverá continuar apenas no económico e nada mais alem.

Estas diferentes concepções políticas sobre a realidade da União eram esperadas e o confronto entre os dois princípios ficou agendado para as rectificações do tratado constitucional europeu.

Como sair destas duas concepções da Europa?

1º - Terminar com o Tratado Constitucional da União.

2º - Fechar o alargamento em 2007 depois da entrada da Roménia e Bulgária, até à consolidação real e plena dos 12 novos estados, por um período nunca inferior a 10 anos.

3º - Dar primazia à união económica e solidária e à consolidação do Euro.

4 º - Limitar a transferencia para a União de novas competências políticas de soberania nacional, por um período nunca inferior a 10 anos.

5º - Manter a NATO como o elo da união militar entre a Europa e os EUA.

Para o êxito deste processo político é acima de tudo necessário tempo, para as populações nacionais considerarem como adquiridos os conceitos e aceitarem a convivência dos novos povos como cidadãos da mesma União, isto sem mais expansões do espaço comunitário.

Foi isto que faltou na rectificação do tratado constitucional europeu.

Se preciso for 10 ou 20 anos teremos de os conceder ou então resta-nos a força como razão e o fracasso como certeza.



publicado por Soares Carepa às 14:32
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 17 de Junho de 2005
Estradas

A rede viária da ilha do Faial será completamente reconstruída agora que acabaram as obras de construção das habitações sinistradas do sismo de 1998.

O secretário Regional da Habitação e Equipamentos, assegurou que o concurso público para as obras, estimadas em 11 milhões de euros, será lançado num prazo de dois meses.

A primeira fase da construção da variante à cidade da Horta, com uma extensão de 2,5 quilómetros, terá um prazo de execução de 12 meses.

No que diz respeito à reabilitação dos 22,5 quilómetros de estradas regionais, o Governo prevê que os vários troços a intervencionar estejam concluídos 18 meses depois do arranque da obra.

A entrada em vigor do IV Quadro Comunitário de Apoio, em 2007, vai possibilitar, ainda, ao Executivo Regional, avançar com projectos complementares.

Finalmente ... acrescento.


publicado por Soares Carepa às 13:01
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 15 de Junho de 2005
Barco parado
A Transmaçor, empresa de transportes marítimos para o grupo central tem um dos seus barcos rápidos parados por avaria nos motores e assim irá atrasar os horários por fazer as ligações com um barco monocasco mais lento.

Esta informação publicada em todos os jornais regionais e nacionais teve direito a cobertura nacional, mas o importante não é o atraso previsível, mas qual no futuro deverá ser o tipo e tamanho de barco que sirva melhor as ilhas?

O Governo Regional através da secretaria da economia já informou que a RA esta a estudar a possibilidade de construção de 4 novos barcos , mas também não nos foi informado o tipo e o tamanho.

A RA da Madeira aprendeu que a solução marítima não é a construção de barcos rápidos, tem os seus dois o Pátria e o Independência encostados, mas sim do tipo ferry que possibilite segurança, conforto e o transporte de viaturas, pois para rapidez existe os aviões.

Será que nós que até temos condições de mar muito mais agitadas que a Madeira queremos por de parte a experiência dos outros?

A Transmaçor mandou fazer há anos um estudo para um ferry de 50 metros, para a ligação Faial, Pico, São Jorge, será que o GRA ignorou tal estudo e também caminha para barcos rápidos que nunca apresentarão segurança nos nossos agitados mares?

Os Açores necessitam de 4 novos barcos, todos reconhecem, mas terão de ser dois ferry novos do tipo ou tamanho do Golfinho Azul para a ligação entre todas as suas Ilhas e de dois de 50 metros para o triângulo Faial, Pico, São Jorge substituindo os actuais Cruzeiros.


publicado por Soares Carepa às 20:37
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 13 de Junho de 2005
Partiram

Nestes dias deixaram o nosso convívio três personagem importantes na história de Portugal, Vasco Gonçalves e Álvaro Cunhal da área política e Eugênio de Andrade poeta.

Falar de qualquer um deles seria uma pretensão exagerada da minha parte, já que não tive qualquer contacto pessoal com os mesmos, mas não posso deixar de manifestar a minha solidariedade aos familiares a amigos pela perda daquelas referencias marcantes na minha vida colectiva.



publicado por Soares Carepa às 20:53
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 11 de Junho de 2005
A ultima sondagem
Por vezes as nossas ideias recebem contributos que não esperamos, no meu post do dia 7 deste mês falava do referendo sobre o tratado constitucional europeu e apresentava os meus pontos de vista sobre o mesmo.

Não é que hoje li no Expresso que a sondagem encomendada por aquele semanário dava um empate técnico entre o sim e o não.

Quem diria que em Portugal, onde se esperava uma vitória esmagadora do sim, surge nesta data uma possibilidade de empate e até ao referendo será grande a probabilidade da vitória do não.

Não devemos já hoje ter a presença de espirito de nos interrogarmos se valerá a pena continuar com os preparativos referendários e com uma discussão sobre um tratado que nunca terá existência legal na UE?



publicado por Soares Carepa às 20:40
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 9 de Junho de 2005
A Feira do Mundo Rural
Vai realizar-se nos dias 10 a 12 de Junho a II Feira do Mundo Rural no Faial, trata-se de uma iniciativa das Câmaras Municipal e do Comercio e da Associação de lavradores do Faial.

Esta iniciativa deve merecer de todos a melhor atenção, por possibilitar a verificação das melhorias no nosso gado, a evolução do comercio local como também de se tomar consciência da nova vertente económica que se está a afirmar na criação de cavalos de raça e na equitação.

Julgo que as autoridades locais e governamentais deverão proceder nos próximos anos à recuperação daquele local com um projecto aceite por todas as partes, para que esta iniciativa tenha continuidade com qualidade para o futuro do Faial e assim este se impor de novo no contexto açoriano.



publicado por Soares Carepa às 20:39
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 7 de Junho de 2005
Referendo
Com os votos negativos da França e Holanda e com o adiamento para as calendas gregas da Inglaterra, nada resta ao tratado constitucional da EU, então para quê continuar com o processo?

Tudo se resume na falta de liderança política na União, os lideres actuais dos grandes paises não apresentam carisma nem convicção para conduzirem qualquer processo vitorioso, acresce que o alargamento ultimo foi precipitado por conduzir um numero excessivo de países à União num curto espaço de tempo, a qual será acrescida de mais dois em 2007 Roménia e Bulgária.

Resta apenas uma atitude de bom senso político, parar com o processo, para dar tempo de consolidação dos alargamentos e para o tratado constitucional europeu poder ser serenamente discutido e politicamente considerado como viável o seu retomar ou o seu arquivo


publicado por Soares Carepa às 20:38
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 5 de Junho de 2005
Estatisticas
De acordo com os dados avançados pelo Serviço Regional de Estatística dos Açores, o comportamento da actividade económica regional no primeiro trimestre de 2005 continuou a registar uma evolução positiva, a avaliar pelo comportamento dos indicadores disponíveis, nomeadamente pela evolução do emprego e do consumo de energia.

No lado da oferta há a salientar a manutenção de elevadas taxas de actividade no sector do turismo, com uma taxa homóloga trimestral de cerca de 18%.

No sector primário verificou-se o regresso a taxas positivas no sector da carne e do leite entregue nas fábricas da Região.

A venda de veículos automóveis regista, por seu turno, o quarto trimestre consecutivo de taxas positivas.

No sector da construção continua a evolução positiva do licenciamento e o comportamento negativo da venda de cimento.

A taxa de desemprego na Região situou-se em 3,4% neste trimestre, muito abaixo da taxa de desemprego nacional de 7,5%, e há 24 trimestres consecutivos que se situa abaixo dos 4%.

A taxa média de inflação continua a manter uma tendência decrescente. Em Março de 2004 era de 3,1%, em Dezembro era de 2,7% e em Março de 2005 situou-se nos 2,4%,



publicado por Soares Carepa às 20:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 3 de Junho de 2005
Austeridade
Temos vivido estes últimos anos sob o fantasma do défice e da necessidade de austeridade como factor de sobrevivência nacional.

A verdade é que hoje podemos dizer que a austeridade praticada nem sequer deu para parar a corrida para o abismo da insolvência do Estado. Apenas se conseguiu reduzir a velocidade da queda.

Constata-se que a economia portuguesa não tem força para continuar a aguentar um Estado tão pesado, ou seja, tão caro, como aquele que hoje temos. Então que fazer?

Todos temos consciência que são necessárias medidas difíceis, mas todos apenas as aceitamos quando são outros os atingidos.

Que resta então a um Governo que tem como obrigação conduzir um país à sobrevivência financeira e ao nível do desenvolvimento dos seus parceiros comunitários, senão aplicar um conjunto de medidas de verdadeira salvação nacional em que se incluem o fim de privilégios à classe politico-dirigente que nunca deveriam ter sido criados.

A contestação generalizada dalguns cidadãos atingidos pelas medidas governamentais é compreensível, mas não deve ser factor impeditivo da tomada, com a urgência, de medidas difíceis de credibilização das finanças do Estado português.

“Sem um rumo, nenhum vento te será favorável”. (A frase de Séneca). Socrates apresenta-se com rumo, mas para ter êxito terá de rapidamente por em ordem a sua maioria com a mesma firmeza como até à data tem governado o Pais.



publicado por Soares Carepa às 16:07
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 1 de Junho de 2005
Crianças
Hoje festeja-se o dia mundial das crianças, poderá parecer que é mais um dia entre muitos outros, mas ao ouvir insistentemente as noticias nos dias actuais verifico que é importante, não só para elas, mas principalmente para os adultos, quer sejam pais ou familiares, quer para a população em geral.

Não posso aceitar que qualquer criança seja molestada físico ou psicologicamente quando está em período de crescimento e formação da sua personalidade, seja qual for o motivo.

Aos país cabe em primeiro lugar a protecção dos seus descendentes com determinação, à sociedade a criação de todos os meios para a sua defesa e educação.

A alegria e inocência de uma criança é um bem inestimável, um tesouro que garante o futuro de um povo.



publicado por Soares Carepa às 20:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17
18

20
21
22
24
25

26
28
29
30


posts recentes

Despedida

Feliz 2011

Boas Festas

Estudo sobre barcos

Novos barcos

Hotéis e companhia

Orçamento Regional

Guerra na saúde regional

FMI

Orçamento 2011 da RA

Nato

SOS Cagarro

Atlanticoline 2010

Homens/mulheres

Açores na ONU

O acordo

Novo paradigma

AFH

SOS Cagarro 2010

O salvamento no Chile

arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

links
O meu Email
  • MartinsSoares
  • blogs SAPO
    subscrever feeds