Pensamentos de um ilhéu escritos de 2003 a 2010.
Domingo, 29 de Maio de 2005
O não francês
Em sondagens realizadas logo depois da votação, uma boa parte dos franceses que votaram "não" ao tratado constitucional europeu quis rejeitar o chamado ultraliberalismo, ou seja, o capitalismo de tipo anglo-saxónico, por sinal eficaz no crescimento económico e na redução do desemprego, mas com menos protecção social.

Na Alemanha a globalização e as deslocalizações de empresas para a Europa de Leste puseram em causa a "economia social de mercado", com a co-gestão, altos salário e uma muito boa protecção social. O problema é que, tanto em França como na Alemanha, o tão apregoado modelo social europeu não consegue taxas de desemprego abaixo dos 10%.

As reacções anti-capitalistas de franceses e alemães são defensivas. São ditadas pelo medo e pela incapacidade de adaptação às novas realidades da globalização e até de uma integração europeia alargada a novos Estados membros.

O movimento anti-globalização da França e da Alemanha não aponta para reformas com futuro, mas para regressar artificialmente a um passado que não voltará. É uma atitude retrograda, que nada tem a ver com o combate aos reais defeitos do capitalismo liberal nem com o desejo de outros modelos possíveis como o escandinavo.



publicado por Soares Carepa às 23:55
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 27 de Maio de 2005
O benefício da dúvida
Por considerar ser um dos escritos sobre a temática do défice mais esclarecidos da imprensa portuguesa destes dias e por comungar em pleno dos seus pontos de vista transcrevo o Editorial de “A Capital” escrito pelo seu director LUÍS OSÓRIO na edição de 26/05/2005:

Os últimos governos, uns mais do que outros, alimentaram o défice, e este, quase como por milagre, ganhou vida e envenenou o Estado. Depois de Cavaco Silva, que deixou as contas estabilizadas, embora para isso tenha tido condições únicas, seguiram-se Guterres, Durão e Santana.

O primeiro aumentou a despesa pública tendo como objectivo a conquista da maioria absoluta na segunda eleição; o segundo encenou um discurso derrotista que matou o optimismo e destruiu assim a possibilidade de crescimento económico; o terceiro conseguiu em seis meses fazer pior do que alguém poderia imaginar. E o que conseguiram com a sua estratégia? Guterres não conquistou a maioria absoluta e entrou em depressão, Durão apesar da obsessão pelo défice conseguiu agravá-lo em relação ao PS, e Santana, se não tivesse sido posto fora do poder, teria acabado com o País.

Neste cenário de miséria, com o maior défice dos países da zona Euro e da OCDE, vivemos um tempo em que a margem é demasiado estreita. Um tempo em que temos duas soluções principais: a primeira passa por confiar em José Sócrates, acreditar que as opções do seu governo são correctas e podem a prazo estancar a ferida e oferecer-nos uma esperança para o futuro; uma segunda solução passa por condenarmos Portugal ao estatuto de país ingovernável e sem qualquer horizonte.

Neste quadro, e tendo reticências a determinadas medidas do primeiro-ministro, a minha perspectiva passa por dar a José Sócrates e ao seu executivo, até prova em contrário, o benefício da dúvida.

As medidas que apresentou, algumas de grande coragem, provaram que existe determinação para solucionar problemas. E isso, num quadro de pessimismo crescente, é tudo menos um pormenor. Veremos então qual será a resposta do mercado, das pessoas comuns, dos lobbies ameaçados, das oposições e da própria Europa às propostas avançadas ontem no Parlamento.

O cuidado de envolver no esforço global os administradores de empresas de capitais públicos e a classe política foi um importante factor de moralização – notável o silêncio e olhares cruzados da maioria dos deputados no momento do anúncio de tais medidas.

Fundamental também a promessa de auditorias nos ministérios (embora, tal como disse Louçã, não se perceba muito bem os critérios e o timing para essas auditorias), a cativação de verbas afectas aos hospitais e a preocupação de aproveitar o momento para apresentar medidas de longo prazo (como no caso da idade de reforma). O aumento das taxas especiais de impostos, nomeadamente sobre o consumo, é um mal necessário face à brutalidade do défice encontrado pela equipa de Vítor Constâncio.

A subida do IVA, até pelos riscos que comporta para o crescimento da economia, deveria ter sido assumida pelo primeiro-ministro, é essa a minha convicção, como um imposto extraordinário e temporário, forma de corrigir o atropelo ético de os portugueses continuarem a pagar mais do que os cidadãos europeus e fazerem-no devido à incúria dos seus governantes.

Haverá com certeza outras desvantagens, delas falarei decerto ao longo das próximas semanas. Mas de todas as vantagens, a principal é o cuidado de José Sócrates em mostrar, mesmo neste quadro negro, um optimismo que tem sido a sua marca distintiva. Veremos no futuro se as palavras, como no poema, serão ou não levadas pelo vento. Ou, se pelo contrário, estamos perante um primeiro-ministro que ficará para a história.


publicado por Soares Carepa às 13:31
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 25 de Maio de 2005
Guterres
Dificilmente um cargo de projecção mundial é atribuído a uma personalidade que se encontra com um perfil tão claro e especifico para exercer essas funções em plenitude em prol da humanidade.

Portugal está de parabéns por ter um seu ilustre cidadão como comissário no ACNUR das Nações Unidas e esse cidadão António Guterres está igualmente parabéns por ter sido nomeado para um dos lugares que mais aspirava dada a sua grande formação humanista.

Como sempre neste país as grandes personalidades que gera são apenas reconhecidas no exterior das suas fronteiras, sinal de que pequenez mental e cultural permanece em pleno século XXI.



publicado por Soares Carepa às 13:56
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Maio de 2005
De novo o défice
Estamos condenados a periodicamente sermos atormentados pelo défice excessivo das contas publicas da Republica.

No inicio do Governo PSD/PP o primeiro ministro de então afirmou que o país estava de tanga e o défice era na altura de 4,1, hoje no final do governo daquela coligação governativa, o mesmo atinge os 6,82 e ainda se afirma que a culpa é do anterior governo, numa atitude de total desresponsabilização, inaceitável em qualquer sociedade democrática.

Por anteriormente pouco se ter feito, as medidas urgentes a serem executadas agora tem de ser mais duras e serão socialmente difíceis, espero, como todos os portugueses, que o actual governo do Eng. Socrates seja capaz de, com coragem política que se lhe reconhece, libertar a sociedade portuguesa deste pesadelo e que a modernização da administração publica seja também ela factor de progresso para todos.



publicado por Soares Carepa às 21:15
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 21 de Maio de 2005
10 anos do PADC
O projecto de animação desportivo-cultural da iniciativa da CMH e do INATEL, parecendo muito simples agrega dois factores muito importantes ao êxito de uma iniciativa destas em qualquer comunidade, um é a competição e a ocupação dos tempos livres em actividades desportivas ou culturais, o outro é na sua organização estar uma entidade considerada por todos como credível neste âmbito e aceite como tal, no caso o INATEL.

Dez anos de um projecto que consegue movimentar milhares de pessoas em todas as freguesias da ilha é um facto importante e inédito e que deverá merecer um agradecimento especial aos organizadores pelo seu esforço, muitas vezes pessoal.

Então qual o futuro para esta iniciativa?

A sua continuidade parece-me indiscutível, pois as populações já criaram a necessidade da ocupação das suas noites de inverno com os momentos desportivo-culturais do PADC.

Relativamente à cidade julgo estarmos em condições de também se dedicar uma semana a cada freguesia citadina já no próximo ano e que as mesmas deverão ser intercaladas com as demais freguesias da ilha.

A semana final do PADC na cidade, deverá dar lugar apenas aos torneios inter-freguesias nas diferentes modalidades para o apuramento das freguesia vencedoras e a um espectáculo de encerramento preferencialmente constituído por artistas locais e um nacional convidado a encerrar.

Parabens aos organizadores do PADC e votos de continuidade.



publicado por Soares Carepa às 16:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 19 de Maio de 2005
Loucura nacional
A final da taça UEFA pôs o pais em estado de verdadeira loucura, os meios de comunicação social nacionais passaram o dia a transmitirem programas dedicados ao acontecimento transformando um simples jogo numa histeria nacional irracional.

Nada me move contra o futebol, mas trata-se apenas e simplesmemte de um jogo e como qualquer jogo está sujeito ao arbítrio do resultado. Querer transformá-lo num factor de unidade nacional, todos da mesma cor, é um absurdo inqualificável.

Com a derrota nada se alterou quer no pais quer na vida de todos os cidadãos portugueses, o mesmo se teria passado caso a vitória fosse o resultado.



publicado por Soares Carepa às 16:52
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 17 de Maio de 2005
O dia da RA Açores
Celebrou-se ontem em Santa Maria o Dia da RA dos Açores, escolhido na segunda feira do Espirito Santo como dia em que todos os açorianos residentes ou não se irmanam num sentimento de fraternidade.

Olhando para estes anos de autonomia podemos dizer que a Região conseguiu finalmente a sua unidade e com ela começar a caminhar rumo ao desenvolvimento, aproximando-se do patamar já alcançado por algumas regiões do território continental português.

Hoje os açorianos sentem orgulho na sua terra, nos seus governantes e tem confiança no futuro, factores imprescindíveis para se alcançar o objectivo de passarmos a ser também uma região desenvolvida de Portugal e da Europa.



publicado por Soares Carepa às 15:14
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 15 de Maio de 2005
Querer turismo
A RA tem no turismo a sua alternativa ao desenvolvimento, todos os governantes e especialistas são unanimes em o afirmar, mas para isso ser uma realidade torna-se necessário uma consciencialização colectiva para esse objectivo.

Constato que hoje a Horta tem um cruzeiro no seu porto com algumas centenas de visitantes e por ser domingo o comercio está fechado incluindo o posto do turismo.

Se é certo que estes visitantes vem apenas por algumas horas a este porto, também é certo que por ser domingo não tem possibilidade de levarem outras informações sobre a ilha ou Região, nem tem a possibilidade de enviarem um simples postal ou levarem lembrança.

Querer turismo não basta e muito menos quando o queremos no horário da função publica.




publicado por Soares Carepa às 15:13
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 13 de Maio de 2005
Os Concelhos de Ilha
A Ra criou para alem dos órgãos autárquicos constitucionais em cada Ilha um “Concelho de Ilha”, órgão constituído pelos Deputados Regionais eleitos em cada ilha os Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal e um numero de deputados municipais aos quais são agregados representantes sindicais, patronais e das forças vivas de cada ilha.

Esta ideia corporativa nunca recebeu a minha concordância, primeiro porque não tem cobertura constitucional, em segundo lugar não é representativa da população que diz representar porque não é eleita para esta finalidade e em terceiro lugar não tem qualquer função ou utilidade para alem de na visita estatutária anual do Governo Regional apresentar os problemas da sua Ilha - com que legitimidade democrática?.

Então qual o seu futuro?

Como até hoje ninguém foi capaz de justificar a sua existência, resta a sua extinção, tal como já aconteceu aos concelhos municipais, órgão que serviu de matriz a este.



publicado por Soares Carepa às 15:12
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 11 de Maio de 2005
Agora em S. Miguel
Está a ser registada, na ilha de S. Miguel, uma intensidade sísmica acima do normal. Desde a passada terça-feira ocorrem sismos, de forma constante, na região do Fogo-Congro, podendo, os mesmos, prolongar-se e intensificar-se nas próximas horas.

Até ao momento, todos os eventos registados foram de fraca magnitude, estendendo-se a respectiva área epicentral entre a zona do Monte Escuro e as lagoas de S. Brás e do Fogo, acrescenta o SRPCBA num comunicado onde refere que o Centro de Vulcanologia decidiu manter a situação de “alerta 4” no sistema vulcânico Fogo-Congro.

Por esse motivo, o SRPCBA recomenda que se mantenham todas as medidas preventivas adequadas a situações deste tipo, não devendo as pessoas da parte central da ilha de S. Miguel permanecer em casas sem segurança, nem circular em estradas ou em caminhos com taludes instáveis.

Esta é a realidade especifica desta região. Os seus habitantes vivem situações idênticas desde o povoamento, antigamente sem qualquer apoio cientifico ou político, onde o refugio era o místico e a fé, traduzido em romarias ou procissões de desagravo.

Hoje todos desde as crianças aos idosos tem conhecimento através de comunicados frequentes do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores ( SRPCBA ) da situação real e sentem o acompanhamento dos serviços públicos regionais e nacionais, todas as autarquias tem os seus planos de emergência e todos os concelhos tem serviços de protecção civil.



publicado por Soares Carepa às 20:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Maio de 2005
II Guerra
Faz sessenta anos que acabou a II Guerra Mundial, período negro na história da humanidade e que deverá ser lembrado para sempre.

A guerra é em qualquer tempo e lugar um momento de barbárie e de ausência de racionalidade onde apenas o sofrimento de muitos ultrapassa os limites do admissível.

Não há guerras limpas e nenhuma das partes no final tem as mãos limpas.

A Europa conseguiu viver os últimos 60 anos em paz, facto único na sua já longa história, continuemos então unidos no essencial em volta de valores civilizacionais rumo a um objectivo comum de união dos povos da Europa.


publicado por Soares Carepa às 20:49
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 7 de Maio de 2005
Angústias
A Freguesia das Angústias está hoje a celebrar o seu dia, esta iniciativa criada no ano passado tem como objectivo tratar os problemas específicos daquela comunidade e homenagear alguns dos seus concidadãos.

Este ano na sessão publica a ter lugar na Filarmónica União Faialense, haverá uma alocução feita pelo Dr. Carlos Lobão sobre a Freguesia e será homenageado o Dr. José Lucas da Silva professor do então Liceu da Horta.

Considero esta iniciativa como louvável e merecedora de continuar a ser reconhecida como de interesse municipal.


publicado por Soares Carepa às 20:48
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 5 de Maio de 2005
Desenvolvimento
Por vezes leio alguns colunistas dos nossos diários regionais e fico com a impressão que não estão a escrever para os leitores mas sim para satisfação deles próprios e dos seus seguidores.

Querer que o desenvolvimento de uma terra se faça apenas através dos poderes públicos, governamentais ou autárquicos é ter uma visão de desenvolvimento muito curta, mas cada um tem a sua perspectiva.

A minha é oposta, o publico deve apenas criar as condições para que a iniciativa privada seja capaz de ser o motor na criação de emprego e de riqueza.

Diria em poucas palavras a cada um a sua função.


publicado por Soares Carepa às 20:48
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 3 de Maio de 2005
Eleições

Já começou o frenesim pelo aproximar às eleições autárquicas em Outubro, é difícil de aceitar que mesmo antes das eleições estarem oficialmente marcadas, querer que os actos de gestão política da autarquia sejam interrompidos porque quem está funções perdeu a legitimidade, este absurdo vagueia nalguma oposição como verdade.

Vem isto a propósito da criação de uma empresa municipal para a implementação e gestão do parque industrial do Fayal, em Santa Barbara, Angústias, estrutura fundamental para o desenvolvimento económico e para a criação de emprego nesta cidade e Ilha.

Continuamos com os mesmos fantasmas e as mesmas teias de aranha dum passado já longínquo, mas que permanece teimosamente presente em alguns.

Felizmente a constituição da Empresa Municipal foi aprovada e assim o futuro económico desta Ilha apresenta-se mais esperançoso.



publicado por Soares Carepa às 20:59
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 1 de Maio de 2005
Neste 1º de Maio

Fico hoje dividido nesta entrada porque este ano se juntou o dia da mãe ao 1º de Maio, mas as minhas recordações levam-me apenas à lembrança daquela que tudo deu por mim.

A sua recordação perdurará em minha memória viva e saudosamente, tal como o seu timbre de voz, ou as suas preocupações para comigo, mesmo já adulto.

Neste seu dia recordá-la com muita saudade será minha obrigação, porque todas as mães se dão por inteiro nada pedindo e todos os filhos tem a sua como a maior do mundo.

Mãe, obrigado por tudo.



publicado por Soares Carepa às 15:09
link do post | comentar | favorito
|

O meu regresso

Por motivos pessoais que me impediram por este longo período de aparecer regularmente neste espaço que muito prezo, apresento as minhas desculpas aos meus regulares leitores.

Agora que a situação se normalizou espero de novo e nos dias impares do mês ter um post sobre as minhas vivências desde o Fayal e contar com as vossas visitas e comentários como anteriormente.

Desde já obrigado pela vossa compreensão e amizade.



publicado por Soares Carepa às 14:28
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17
18

20
21
22
24
25

26
28
29
30


posts recentes

Despedida

Feliz 2011

Boas Festas

Estudo sobre barcos

Novos barcos

Hotéis e companhia

Orçamento Regional

Guerra na saúde regional

FMI

Orçamento 2011 da RA

Nato

SOS Cagarro

Atlanticoline 2010

Homens/mulheres

Açores na ONU

O acordo

Novo paradigma

AFH

SOS Cagarro 2010

O salvamento no Chile

arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

links
O meu Email
  • MartinsSoares
  • blogs SAPO
    subscrever feeds