Pensamentos de um ilhéu escritos de 2003 a 2010.
Segunda-feira, 31 de Maio de 2004
O dia da RA dos Açores
Estamos na segunda feira do Espirito Santo, dia escolhido para se celebrar a RA dos Açores. Não ponho em duvida a escolha que de uma analise histórico/antropológica se aceita.

Antes de escrever este post li a imprensa regional e, não sendo uma surpresa para mim, o dia é passado como se nada de especial houvesse a referir.

Mas o ano de 2004 será lembrado no futuro pela Revisão Constitucional efectuada para a comemoração dos 30 anos do 25 de Abril e pelo contexto político especial criado por ser ano de eleições regionais e com governos na RA Madeira do PSD e na RA dos Açores do PS.

A extensão da revisão política da constituição da Republica na capitulo das autonomias é de tal dimensão, talvez não previsto por todos os deputados constitucionalistas, que alterarão por interpretação directa, ou pelas consequências indirectas do novo texto, o ordenamento legislativo, a natureza do Estado e dos seus Órgãos de Soberania à excepção do Presidente da Republica.

Os Açores serão, depois de implementadas as alterações constitucionais, uma realidade política verdadeiramente autonômica, com capacidade legislativa própria, órgãos eleitos, onde a soberania nacional estará na RA nos seus orgãos autonómicos e no representante do Presidente da Republica.

Tal como numa família a autonomização não representa o seu fim, mas o inicio de uma nova vivência, onde apenas se pede respeito mutuo para a manutenção dos laços de fraternidade que uniram durante cinco séculos e permanecem firmes mesmo no contesto autonômico de hoje.


publicado por Soares Carepa às 11:50
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 29 de Maio de 2004
A Marina da Horta
A Câmara Municipal da Horta vai assumir a Presidência do Conselho Fiscal da Associação Europeia de Municipalidades com Marina (AEMA) nos próximos dois anos, segundo ditaram as eleições para os órgãos sociais daquela entidade, que tiveram lugar na cidade da Horta.

As eleições foram realizadas no âmbito da reunião do Conselho Geral da AEMA, agendada previamente para a ilha do Faial, de forma a coincidir com a realização do IV Congresso Europeu de Localidades com Marina ou Porto de Recreio, que se desenrolou entre os dias 19 e 26 de Maio na Horta.

A Marina da cidade da Horta é a Marina açoriana e portuguesa com maior movimento de embarcações internacionais e a 4 a nível mundial nesta categoria.


publicado por Soares Carepa às 19:49
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 27 de Maio de 2004
Os Dabney
O primeiro de três volumes dos “Anais da Família Dabney no Faial” foi lançado na cidade da Horta, no âmbito dos III Encontros de Porto Pim.

Traduzido, agora, para português, os “Anais da Família Dabney no Faial” foram originariamente compilados e escritos em inglês por Roxana Lewis Dabney, nos finais do século XIX e início do século XX. O objectivo inicial da sua autora era o de traçar o perfil de Charles William Dabney, que sucedeu a seu pai, John Bass Dabney, no Consulado Geral dos Estados Unidos nos Açores, o qual se instalou a partir de 1804 no Faial.

Esta obra constitui, todavia, um repositório de dados sobre a história do Faial, da sua sociedade e desenvolvimento, e um importante manancial de informação no quadro das relações luso-norte-americanas da época, razões que levaram o Instituto Açoriano de Cultura e o Núcleo Cultural da Horta a associarem-se no projecto da sua tradução e publicação.

O projecto, que terá continuidade com a publicação do segundo e terceiro volumes, em 2005 e 2006, respectivamente, foi viabilizado financeiramente através de um protocolo celebrado entre a Secretaria Regional do Ambiente e o Instituto Açoriano de Cultura, tendo sido também apoiado pela Câmara Municipal da Horta e pela Direcção Regional da Cultura.

Na cerimónia de lançamento deste primeiro volume, presidida pelo Presidente do Parlamento açoriano, o Secretário Regional do Ambiente disse que estes “Anais” evidenciam bem a importância e a centralidade que o Faial teve, por exemplo, no século XIX, graças, sobretudo, à família Dabney e à forma como esta soube fazer a “ponte” com o Novo Mundo.



publicado por Soares Carepa às 19:39
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 23 de Maio de 2004
Freguesia de Angústias
O Secretário Regional do Ambiente Hélder Silva, que falava em representação do presidente do Governo, na sessão pública comemorativa do Dia da Freguesia de Angústias, que agora celebra 340 anos, lembrou tratar-se não só da freguesia mais populosa da ilha mas, também, daquela que reúne grande parte do património cultural, histórico e arquitectónico da ilha.

O governante açoriano lembrou, a propósito, que os investimentos que a Secretaria Regional do Ambiente tem projectados para a zona de Porto Pim e do Monte da Guia, mormente na recuperação da antiga Fábrica da Baleia e Casa dos Dabney, são também uma excelente forma de honrar a freguesia e a sua população.

Hélder Silva associou-se, também, em nome do Governo Regional, à homenagem pública que, por iniciativa da Junta de Freguesia das Angústias, foi prestada na ocasião ao padre Júlio da Rosa, ao médico Luís Carlos Decq Mota e ao empresário José Azevedo (“Peter”).

Segundo o titular da Secretaria Regional do Ambiente, as três personalidades agora homenageadas são justas credoras do respeito e admiração dos seus concidadãos, já que, ao longo das suas vidas, souberam dar, nos seus diferentes misteres, muito mais do que é de esperar de qualquer pessoa dedicada e empenhada.

A sessão solene evocativa deste primeiro Dia da Freguesia de Angústias decorreu no salão da Filarmónica União Faialense e foi presidida pelo presidente da Assembleia Legislativa Regional dos Açores, Fernando Meneses, sendo Presidente da Junta de Freguesia Carlos Carepa e da Assembleia de Freguesia Manuel Dutra da Costa .


publicado por Soares Carepa às 19:32
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 18 de Maio de 2004
Outra reforma
Do documento “Reforma da Administração Publica Regional” elaborado pelo partido do Governo Regional dos Açores, apresenta uma filosofia completamente diferenciada da reforma em curso a nível da administração publica nacional, destaco do documento as seguintes passagens:

“A gestão na Administração Pública e no sector privado, embora de natureza distinta, tem aspectos comuns, devendo promover a satisfação do utente (encarado como cliente), dar poder de decisão aos profissionais directamente implicados e estimular a qualidade e a excelência; a gestão dos Serviços Públicos tem de se orientar por uma clara percepção da missão a cumprir, recorrer mais a incentivos e menos à imposição de normas e regras, adoptar a ideia de que trabalha bem quem obtém resultados, medir os resultados em função do grau de satisfação dos utentes (encarados como clientes) e reflectir as prioridades orçamentais; os Serviços Públicos devem funcionar, o mais possível, em situação de concorrência; a eficácia e a produtividade podem e devem aumentar”.

Um dos principais entraves à eficiência dos serviços da administração regional é a burocracia. Nesse sentido, o grupo de trabalho sugere que se tomem algumas medidas simples, sobretudo ao nível da mentalidade, alterando-se objectos.

“O caminho é claro: temos de transitar de sistemas que responsabilizam as pessoas por processos, para sistemas que as tornam responsáveis por resultados”, explicam.
Para que tal aconteça, é preciso “simplificar o processo orçamental, de forma a remover restrições que consomem tempo e forçam o desperdício; descentralizar a política de pessoal, para dar aos gestores instrumentos vitais para uma gestão eficaz; simplificar o sistema de compras, de forma a reduzir o desperdício, a poupar recursos escassos e a garantir a eficiência da máquina pública; e redefinir as funções dos serviços de inspecção, de molde a que sejam, sobretudo, um instrumento decisivo de apoio à melhoria do desempenho dos serviços”.

Aguardo para ver implementada esta reforma pelo Governo Regional saído das próximas eleições, se houver continuidade na responsabilidade governativa, que prevejo mais eficiente e respeitadora dos trabalhadores do que a actualmente em curso a nível nacional.


publicado por Soares Carepa às 20:01
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Domingo, 16 de Maio de 2004
O culto ao Santo Cristo

Numa ilha de vulcões em actividade constante e de sismos frequentes, a devoção era o único refúgio do povo, através do culto do Divino Espírito Santo e ao Senhor Santo Cristo dos Milagres.

A devoção que Teresa da Anunciada, venerável religiosa do convento de Nossa Senhora da Esperança, tão intensamente sentiu por Cristo, marcou profundamente a alma do povo, de tal modo que o culto ao Senhor, através da procissão com a imagem, se expandiu e fortaleceu ao longo dos séculos.

É, hoje em dia, a maior procissão, a mais grandiosa e a de maior devoção que se realiza em terras Portuguesas.

No coração de cada açoriano, disperso pelo mundo, há um altar de culto eterno ao Senhor Santo Cristo, onde as suas preces mantêm permanentemente acesas místicas velas de imperecível devoção e saudade.

Daí a presença de milhares de açorianos que vêm participar, todos os anos, de Portugal, dos Estados Unidos da América, do Canadá e, naturalmente, das outras ilhas, nas grandes festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, numa autêntica e profunda manifestação de fé e devoção.

Semanas antes da procissão, o mosteiro da Esperança e a Praça 5 de Outubro são preparados e enfeitados festivamente com milhares de lâmpadas multicores, mastros e bandeiras, flores de todas as espécies e cores que conferem ao recinto um deslumbrante ar de festa.

As festas duram vários dias e nesses dias sucedem-se os serviços religiosos e os concertos.

Na tarde de Sábado, há pessoas que andam à volta da praça de joelhos sobre as pedras do pavimento ou, então, carregadas de círios de cera, num agradecimento pela graça recebida do Senhor numa hora de aflição e sofrimento.

Depois, no Domingo, milhares de pessoas incorporam-se na procissão. A abrir, o guião, com a coroa de espinhos dourada, depois duas longas filas de homens com opas muitos com grossos círios votivos, outros descalços, no cumprimento de promessas, interrompidos por grupos de filarmónicas. Seguem-se associações juvenis transportando guiões de cores garridas, crianças vestidas de anjos, alunos do seminário, o clero micaelense e alguns sacerdotes convidados, todos eles a precederem a venerando imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres, transportada sob um dócil de veludo e ouro, num trono de lindíssimas flores de seda e pano, tecidas no século XVIII. Após a imagem, seguem-se os dignatários da Igreja Católica, representantes das congregações religiosas sediadas em São Miguel e muitos milhares de senhoras, no cumprimento de promessas. A fechar o extenso cortejo, seguem-se as mais altas autoridades militares e civis, representações e associações sociais e desportivas.

A grande procissão recolhe, já quase noite, após cinco horas de circulação pelas principais ruas de Ponta Delgada.


In portal: VirtualAzores



publicado por Soares Carepa às 19:45
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 13 de Maio de 2004
Festival de Papagaios

Decorreu nos passados dias 7, 8 e 9 de Maio do corrente, nas Ilhas do Faial e Pico, o I Festival de Papagaios dos Açores.

Esta actividade, inédita nos Açores, foi uma organização do Peter Café Sport e começou com a montagem de um jardim de vento, fora do Café Peter e com um atelier de Papagaios na Base Peter Zee onde foi construído um Rokaku (papagaio hexagonal).

Os papagaios foram lançados a partir da Espalamaca e reuniram uma quantidade considerável de apreciadores.

Do cume da Montanha do Pico foi lançado o Papagaio mais alto de Portugal, o Rokaku.

Simultaneamente decorreu uma exposição, denominada de "Papagaios com Alma", no Castelo de São Sebastião na Horta que também registou uma boa adesão do público.

Este festival, cujas perspectivas são de continuação, teve como objectivos, promover esta actividade desportiva e fomentar a ocupação dos tempos livres dos jovens e da população em geral, em mais uma iniciativa louvavel do Peter Cafe Sport nesta cidade da Horta.


publicado por Soares Carepa às 16:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 11 de Maio de 2004
Encontros de Porto Pim

Música, poesia, teatro, pintura, literatura e educação ambiental são alguns dos pontos fortes dos III Encontros de Porto Pim, que decorrerão na cidade da Horta de 14 a 23 deste mês.

Trata-se de uma iniciativa conjunta das Direcções Regionais da Cultura e do Ambiente.

A opção para este ano e no campo ambiental foi no sentido de construir um programa condensado, que, tocando temáticas relacionadas com o Faial, traga também atitudes e ideias exteriores. Por sua vez na área cultural este evento visa captar o espírito de um lugar (Porto Pim) e, a partir daí, abordar diferentes temáticas culturais.

O encontro abre no dia 14 com a apresentação do último trabalho de Carlos Alberto Moniz e encerra dia 23 com o lançamento do primeiro volume dos “Anais da Família Dabney”. De permeio, haverá lugar, por exemplo, para “Histórias de Vela e Velejadores”, no dia 18, ou, no dia 20, para a participação da escritora italiana Romana Petri, que já editou dois romances passados nas ilhas do Pico e das Flores.

Este ano haverá também animação de rua, a cargo de um grupo de teatro, e sessões diárias de educação ambiental, destinadas às crianças das escolas do Faial.




publicado por Soares Carepa às 20:52
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 8 de Maio de 2004
Maus tratos americanos
È com profunda revolta que vou tomando conhecimento das sevicias praticadas pelos exércitos americano e inglês no Iraque e em Guatanamo aos presioneiros de guerra.

Tal procedimento criminoso sempre foi praticado durante as guerras, mas ser institucionalizado em manual de procedimentos, pelo país que todos consideravam como o baluarte das liberdades e o tirarem-se fotografias e vídeos de tais situações degradantes, para exibição como trofeus entre as tropas, é um sinal de decadência moral preocupante.

Por outro lado que autoridade moral sobre as populações terão a partir de agora os exercitos de ocupação depois dos visionamentos fotográficos.

Esta administração americana foi capaz de destruir num mandato presidencial, grande parte da admiração do mundo pela pátria da liberdade e da democracia, bem como a superioridade moral das suas forças armadas como garantes daquelas.

Agora não confundo de modo algum os americanos, povo que considero e admiro, muito culto, defensor das liberdades e da democracia e preocupado com os outros povos em dificuldades, onde a sua imprensa foi capaz de denunciar esta situação degradante, como já o fez no passado, com a sua actual administração política.

Quando voltaremos a ver a América como a que temos ainda no nosso imaginário.


publicado por Soares Carepa às 14:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quarta-feira, 5 de Maio de 2004
Festa do mundo rural
A ilha do Faial vai acolher a I Festa do Mundo Rural em Junho, numa iniciativa destinada a promover os produtos locais nas áreas da agricultura, artesanato e gastronomia.

O programa inclui exposições, concursos de bovinos, um festival hípico, palestras e diversas manifestações culturais.

A Festa vai decorrer de 10 a 13 de Junho na Quinta de São Lourenço, com a participação de empresários, departamentos governamentais e outras instituições públicas e privadas da ilha do Faial.

Serão quatro dias de festa, em que se vão recriar actividades outrora realizadas, o certame será ainda uma oportunidade para mostrar o folclore e os produtos típicos desta ilha açoriana.

As treze Juntas de Freguesia do Faial vão também marcar presença de forma individual na I Festa do Mundo Rural, mostrando as potencialidades das localidades que representam.

A iniciativa é organizada pelas Câmaras Municipal e do Comércio da Horta, Serviços de Desenvolvimento Agrário e Florestais do Faial, Associações de Agricultores e Adeliaçor.


publicado por Soares Carepa às 21:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 3 de Maio de 2004
Tortura no Iraque
O mundo tomou conhecimento há dias de fotografias de tortura nas prisões do Iraque, O presidente americano veio para a comunicação social reprovar energicamente tais acontecimentos, o mesmo se passou com os ingleses.

De nova assistimos à hipocrisia política, todos sabemos que numa guerra a obtenção de informações dos prisioneiros é conseguida através de tortura, sempre assim foi, a coligação no Iraque procede do mesmo modo como qualquer força ocupante ao longo da história e como todas as outras também não tem as mãos limpas.

Agora o que é mais grave é a atitude de superioridade ética e o despreso perante os prisioneiros que as fotografias mostram, numa pura demonstração animalesca que deverá merecer a repulsa de todos aqueles que defendem os direitos do homem.

Não há guerras limpas ou civilizadas e mesmo sem tribunais internacionais para julgarem estas situações e muitas outras não nossas conhecidas, há a história e nesta estou certo, o vencedor já esta encontrado, será o povo iraquiano.


publicado por Soares Carepa às 22:19
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 2 de Maio de 2004
Mãe
Todos temos a nossa mãe no coração, ela molda-nos para a vida com a sua sensibilidade, sabedoria, amor, numa palavra somos o que foi ou é a nossa mãe.

Já apenas a recordo, sempre com uma profunda saudade e um vazio que me acompanhará até ao fim por não poder ouvir mais as suas sabias palavras, os seus conselhos e as suas preocupações sobre a minha vida.

Com muitas saudades, até um dia mãe.


publicado por Soares Carepa às 21:16
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17
18

20
21
22
24
25

26
28
29
30


posts recentes

Despedida

Feliz 2011

Boas Festas

Estudo sobre barcos

Novos barcos

Hotéis e companhia

Orçamento Regional

Guerra na saúde regional

FMI

Orçamento 2011 da RA

Nato

SOS Cagarro

Atlanticoline 2010

Homens/mulheres

Açores na ONU

O acordo

Novo paradigma

AFH

SOS Cagarro 2010

O salvamento no Chile

arquivos

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Janeiro 2004

tags

todas as tags

links
O meu Email
  • MartinsSoares
  • blogs SAPO
    subscrever feeds